Polêmica sociológica: Matanças de animais em seitas religiosas – O que você acha disso?

Sacrifício de animaisRecentemente o deputado Edson Portilho (PT do RS) propôs e conseguiu aprovação de um projeto de lei que objetiva assegurar o direito dos membros de seitas religiosas que possuam rituais de matança e oferenda de animais a realizar tais sacrifícios. A aprovação da lei provocou muita polêmica, principalmente entre os militantes a favor dos direitos dos animais.

LINK da notícia: http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI348857-EI306,00-RS+sanciona+lei+que+permite+sacrificio+de+animais.html

O que você acha das oferendas de animais em rituais religiosos? Acha que a liberdade religiosa deve, neste caso, se sobrepor à proteção dos animais?

A lei em questão menciona a permissão de matanças apenas de animais “destinados à alimentação humana”. São vedados “o abate de animais domésticos, como cães e gatos” e “espécies ameaçadas de extinção, animais silvestres e rituais com requintes de crueldade”. A grande questão é até onde essas restrições serão seguidas pelos seguidores das seitas religiosas!
Esta polêmica que envolve a mediação ou a manutenção do equilíbrio entre liberdade e restrições sociais às seitas religiosas provavelmente durará por muito tempo!

8 respostas para Polêmica sociológica: Matanças de animais em seitas religiosas – O que você acha disso?

  1. Igor disse:

    Não concordo que matem os animais em prol de religião não . Seria como matar um ser humano , que racionalmente é um ser vivo como qualquer animal irracional .

  2. Eduarda disse:

    Acho q nem , deve matar mesmo sendo pessoa ou um animal! todos somos vivos .. sendo irracional ou ñ

  3. Acho uma barbaridade e crueldade demaqisv !

  4. sephora disse:

    ERRADO! DIZ O SENHOR: QUE OS ANIMAIS SÃO SERES VIVENTES E QUE A DIFERENÇA ENTRE O HOMEM E O ANIMAL É NENHUMA.

  5. Wilson disse:

    Sacrifícios de animais nos rituais religiosos.

    O perigo das macumbas, muitas pessoas nada sabem desses perigos. Os Espíritos de Luz ou Espíritos Superiores já mais vão pedir charutos, cachaça, cigarros,sacrifícios de animais e despachos, essas praticas só podem atrair pela sintonia vibratória espíritos desencarnados apegados a matéria e aos vícios terrenos, ou seja, espíritos inferiores e obsessores.Os Espíritos Superiores são Virtuosos em seus ensinamentos, eles procuram moralizar, educar e espiritualizar os seres humanos, incentivando a pratica sincera do bem e das Virtudes. Os espíritos apegados a matéria tratam de assuntos vulgares sem elevação moral, assuntos, como, sorte no jogo, volta da pessoa amada, sorte com as mulheres, melhoria nas finanças, trabalhos para prejudicar desafetos etc. Os Espíritos Superiores já mais vão se manifestar num centro para pedir charutos, cachaça e sacrifícios de pobres animais, isso é ridículo, os animais são nossos irmãos menores na escala evolutiva, devemos respeitar e amar os animais, quem pede esses absurdos são os espíritos da escuridão, cuidado, muito cuidado, eles gostam de enganar as pessoas usando uma linguagem melosa, suave, doce, com palavras bonitas, eles falam macio, tudo para seduzir as pessoas que estão nesses ambientes de baixa espiritualidade. Eles também usam Nomes pomposos, importantes e sedutores para mistificar. Vou deixar uma pergunta, vocês acham que os Espiritos de LUZ vão pedir despachos, cachaça, charutos, sacrificios de pobres animais inocentes??? O ser humano é um Espirito encarnado no mundo terra para evoluir e se melhorar moralmente, ser bom, honesto, correto, trabalhador, sem vicios, cultivar as Virtudes e os valores morais superiores, é seu DEVER, cumprindo com o seu dever moral ele consegue vencer e evoluir.Devemos nos afastar dos ambientes de baixo nivel moral, por que, nesses ambientes perambulam espiritos inferiores e pertubadores. O ser humano é composto de dois elementos Espirito e materia, o Espirito é a Força inteligente o ser pensante, a materia corporal não pensa e nem sente, portanto, se conhecer como Espirito encarnado com Deveres Morais para cumprir já é uma iniciação para as verdades superiores.

    O Vampirismo
    O vampirismo é praticado por espíritos desencarnados que estão apegados a matéria e aos vícios terrenos, eles querem continuar a ter as sensações da vida terrena, portanto, eles vão procurar pessoas (encarnados) no qual eles possam se encostar no perispirito da pessoa e sugar os fluidos vitais, num processo, chamado de Vampirismo psíquico.
    As pessoas que são atacadas, são principalmente, os levianos, os fracos, os viciados, as pessoas que cultivam, maus pensamentos, maus hábitos, maus desejos, essas pessoas são as mais visadas.Uma pessoa criteriosa, de pensamentos elevados e positivos e de Conduta moral reta, sempre consegue repelir esses vampiros psíquicos do plano astral, não havendo sintonia vibratória, os maus espíritos se afastam.
    O Bem repele o mal.
    Nos rituais de sangue ou sacrifícios de animais, encontramos, um tipo mais radical de Vampirismo, os espíritos obsessores vão sugar do sangue os fluidos vitais, é por isso, que nesses centros de macumbas, umbanda e candomblé existe a matança de animais, os espíritos obsessores pedem tais praticas, para poderem sugar os fluidos vitais.
    Esses espíritos são ignorantes, maldosos, vingativos, maliciosos, espíritos que pedem essas coisas, são espíritos apegados a matéria, cuidado para não cair na lábia deles.

    Os Espiritos de Luz nunca vão pedir sacrifícios de animais, velas, charutos, cachaça, despachos.
    O Mestre Allan Kardec, explica em seus Livros, que é pela LINGUAGEM, que vamos avaliar o estado evolutivo dos Espiritos desencarnados.
    Os Espiritos Elevados e Superiores possuem sempre uma Linguagem pura, digna, lógica, e seus ensinamentos visam sempre a melhoria Moral e Espiritual das pessoas, a sua LINGUAGEM é sempre moralizadora, incentivando as pessoas a praticarem o Bem e as Virtudes.
    Os espíritos inferiores(apegados a matéria) possuem sempre uma Linguagem chula, vulgar, trivial, grosseira, pesada, na sua Linguagem se reflete as paixões humanas, como, o ódio, a raiva, a inveja, o fanatismo, o rancor, os desejos de vingança, o apego aos Vicios do fumo, da bebida, da gula, do jogo, das drogas, eles sempre possuem uma Linguagem moralmente suja.
    Portanto, basta avaliar o teor Moral da LINGUAGEM que os espíritos desencarnados usam em suas comunicações mediúnicas.
    Os Espiritos de Luz, jamais vão usar uma Linguagem grosseira, vulgar, trivial, agressiva ou pesada, sua Linguagem reflete o seu estado moral evoluitivo.
    Uma outra questão que eu acho muito importante, os Espiritos Elevados são sempre Lógicos e Racionais em seus ensinamentos, Allan Kardec afirmou o seguinte, qualquer ofensa a Razão e a Lógica denuncia um espírito atrasado.

    Existe os Espiritos embusteiros, mentirosos, hipócritas e mistificadores do plano astral ou mundo espiritual, esses espíritos são maliciosos, usam nomes falsos, importantes e pomposos, para enganar as pessoas e também tentam usar uma Linguagem suave, melosa, doce, para seduzir e enganar, são os falsos profetas do mundo espiritual, para evitar isso, temos que seguir a Orientação de Kardec.

    “ Qualquer comunicação que venha dos espíritos desencarnados tem
    “Que passar pelo crivo severo da Razão e da Lógica, para poder ser aceito.”

    Portanto, quando um espírito se apresenta num centro (reunião mediúnica) pedindo charutos, cachaça, despachos, sacrifícios de animais, vamos concluir, que é um espírito apegado a matéria e aos vícios terrenos, basta analisar o teor moral das coisas que ele fala e pede, e vamos concluir que são espíritos inferiores e atrasados, e muitos deles podem ser maldosos e vingativos, não se deixem iludir.
    Eles falam macio, cuidado.
    O Mestre Allan Kardec fala em seus Livros, que são as imperfeições morais da alma que atraem os maus espíritos, para afastar esses espiritos obsessores, temos que cultivar valores morais positivos, cultivar pensamentos elevados e nobres, ter atitudes corretas e honestas, ter uma Conduta Moral reta, praticar a caridade e a fraternidade, quando a pessoa se eleva no Campo Moral ela vai entrar em Sintonia vibratória com os Espiritos Superiores e os Bons Espiritos, atraindo para si uma assistência espiritual positiva.
    Tudo depende das nossas condições Morais e Mentais.

    Os Espiritos Superiores ou os Mestres da Grande LUZ, falam em suas Doutrinações, sobre a Causa basica das Obsessões e do Vampirismo psiquico, que são. A Cabeça e maõs desocupadas A palavra irreverente A boca maledicente A conversa inútil e futil prolongada A atitude hipócrita O gesto impaciente A inclinação pessimista O apego demasiado a coisas e pessoas O comodismo exagerado A solidariedade ausente O desejo de apreço e reconhecimento Fugir para o álcool ou drogas estupefacientes As paixões exacerbadas Perversões sexuais Crimes Ganância e USURA Maus pensamentos e maus hábitos Vejamos outras Causas morais. Olhos altivos Lingua mentirosa Mãos que derramam sangue inocente Coração que trama projetos iniquos Pés que se apressam a correr para o mal Testemunha falsa que profere mentiras E o que semeia contenda entre irmãos São essas imperfeições morais que atraem os espiritos imundos. O desregramento Moral é a Mãe de todos os vicios, crimes, maldades, falsidade, que perturba e trava a Evolução da Humanidade.

  6. Wilson disse:

    Amar e respeitar os animais.

    1)Devemos respeitar e amar os animais eles também são filhos da Grande Luz e estão evoluindo para planos superiores.
    O nosso dever é amparar, ajudar e tratar bem dos animais como ensina a Doutrina Espirita.
    Vejamos as palavras do Chico Xavier sobre essa questão.

    Pergunta – Chico Xavier, a Doutrina dos Espíritos esclarece com muita propriedade a questão da Lei da Causa e Efeito, de Ação e Reação, que preside a organização do Universo. Ela também nos indica o livre – arbítrio, como atributo fundamental da personalidade humana pelo qual o ser humano tem a facilidade de optar livremente pelo caminho que deseja seguir, recebendo contudo, em contrapartida, o resultado inexorável de suas decisões boas ou más.
    Assim se conclui que a plantação é livre aos seres humanos mas a colheita lhes é obrigatória. Dessa forma se explica todas as provações e resgates, doenças e deformidades físicas e mentais que sofre a maioria dos homens na Terra, como sendo seu karma ou resgate de delitos passados.
    Também nos ensina a Doutrina Espírita que os animais não gozam desta faculdade do livre – arbítrio , por não possuírem o pensamento contínuo.
    Assim sendo, como devemos encarar a questão da existência de deformidades congênitas nos animais. Por que nascem animais cegos ou deformados?

    Chico Xavier – Nossos benfeitores espirituais nos esclarecem que é preciso que todos nós consideremos que os animais diversos, a nos rodearem a existência de seres humanos em evolução no planeta Terra, são nossos irmãos menores, desenvolvendo em si mesmos o próprio princípio inteligente.
    Se nós, seres humanos já alcançamos os domínios da inteligência desenvolvendo agora as potências intuitivas, eles, os animais, estão aperfeiçoando paulatinamente seus instintos na busca da inteligência da mesma maneira que nós humanos aspiramos alcançar algum dia a angelitude na Vida Maior, personificada em nosso mestre o Senhor Jesus, eles, os animais aspiram ser num futuro distantes homens e mulheres inteligentes e livres.Assim sendo, nós podemos nos considerar como irmãos mais velhos e mais experimentados dos animais.
    Ora, nós sabemos que as leis divinas do Amor e Solidariedade entre seres e por isso, podemos facilmente concluir que as ações dos seres humanos, que Deus outorgou a condição e proteção de nossos irmãos mais novos animais. E o que é que esta humanidade tem agido em relação aos animais nos inúmeros séculos de nossa história.
    Porventura nós, os homens não temos nos transformados em algozes dos animais ao invés de seus protetores fiéis?

    Quem ignora que a vaca sofre imensamente a caminho do matadouro?

    Quem duvida que minutos antes do golpe fatal os bovinos derramam lágrimas de angústia?

    Não temos treinado determinadas raças de cães exaustivamente para o morticínio e os ataques?

    Que dizemos das caçadas impiedosas de aves e animais silvestres unicamente por prazer esportivo?

    Que dizermos das devastações inconseqüentes do meio ambiente?

    Tudo isto se resume em graves responsabilidades para o seres humanos, a angústia, o medo e o ódio que provocamos nos animais lhes altera o equilíbrio natural de seus princípios espirituais, determinando ajustamentos em posteriores existências, a se configurarem por deformidades congênitas.

    A responsabilidade maior recairá sempre nos desvios de nós mesmos, que não soubemos guiar os animais no caminho do Amor e do Progresso, seguindo a Verdade de Deus.

    Agora vejamos, se determinado cão é treinado para o ataque e a morte com requinte de crueldade, se ele é programado para o mal, pode ocorrer que em um determinado momento de angústia este mesmo cão treinado para atacar estranhos, ataque crianças de sua própria casa ou próprios donos.Aí teremos um desajuste induzido pela irresponsabilidade humana.

    Ora, este mesmo cão aspira crescer espiritualmente para a inteligência e o livre-arbítrio.Mas para isto ele precisa experimentar o sofrimento que lhe reajuste o campo emotivo, aprendendo pouco a pouco a Lei de Ação e Reação. Assim, ele provavelmente renascerá com sérias inibições congênitas.A responsabilidade de tudo, no entanto, dever-se-a à maldade humana.

    2) Sobre comer carne.
    Vejamos as palavras de Emmanuel.
    “A ingestão das vísceras dos animais é um erro de enormes conseqüências, do qual derivaram numerosos vícios da nutrição humana.
    É de lastimar semelhante situação, mesmo porque, se o estado de materialidade da criatura exige a cooperação de determinadas vitaminas, esse valores nutritivos podem ser encontrados nos produtos de origem vegetal, sem a necessidade absoluta dos matadouros e frigoríficos.
    Temos a considerar, porém, a máquina econômica do interesse e da harmonia coletiva, na qual tantos operários fabricam o seu pão cotidiano.
    Suas peças não podem ser destruídas de um dia para o outro, sem perigos graves.
    Consolemo-nos com a visão do porvir, sendo justo trabalharmos, dedicadamente, pelo advento dos tempos novos em que os homens terrestres poderão dispensar da alimentação os despojos sangrentos de seus irmãos inferiores.”

    (Trecho do livro O Consolador, psicografado por Chico Xavier junto a Emmanuel)

    Vejamos as palavras de Andre Luiz sobre os animais.

    “A pretexto de buscar recursos protéicos, exterminávamos frangos e carneiros, leitões e cabritos incontáveis. Sugávamos os tecidos musculares, roíamos os ossos.
    Não contentes em matar os pobres seres que nos pediam roteiros de progresso e valores educativos, para melhor atenderem a obra do Pai, dilatávamos os requintes da exploração milenária e infligíamos a muitos deles determinadas moléstias para que nos servissem ao paladar, com a máxima eficiência.
    O suíno comum era localizado por nós, em regime de ceva, e o pobre animal, muita vez à custa de resíduos, devia criar para nosso uso, certas reservas de gordura, até que se prostrasse, de todo, ao peso de banhas doentias e abundantes.
    Colocávamos gansos nas engordadeiras para que hipertrofiassem o fígado, de modo a obtermos pastas substanciosas destinadas a quitutes que ficaram famosos, despreocupados das faltas cometidas com a suposta vantagem de enriquecer valores culinários.

    Em nada nos doía o quadro comovente das vacas-mães, em direção ao matadouro, para que nossas panelas transpirassem agradavelmente.
    Encarecíamos, com toda a responsabilidade da ciência, a necessidade de proteínas e gorduras diversas, mas esquecíamos de que a nossa inteligência, tão fértil na descoberta de comodidade e conforto, teria recursos de encontrar novos elementos e meios de incentivar os suprimentos protéicos ao organismo, sem recorrer às indústrias da morte.
    Esquecíamo-nos de que o aumento de laticínios para enriquecimento da alimentação constitui elevada tarefa, porque tempos virão, para a Humanidade terrestre, em que o estábulo, como o Lar, será também sagrado.”

    “Não nos cabe condenar a ninguém.
    Abandonando as faixas de nosso primitivismo, devemos acordar a própria consciência para a responsabilidade coletiva.
    A missão do superior é a de amparar o inferior e educá-lo.
    E os nossos abusos com a Natureza estão cristalizados em todos os países, há muitos séculos.
    Não podemos renovar os sistemas econômicos dos povos de um momento para o outro, nem substituir os hábitos arraigados e viciosos de alimentação imprópria, de maneira repentina.
    Refletem eles, igualmente, nossos erros multimilenários.
    Mas, na qualidade de filhos endividados para com Deus e a Natureza, devemos prosseguir no trabalho educativo, acordando os companheiros encarnados, mais experientes e esclarecidos, para a nova era em que os homens cultivarão o solo da Terra por amor e utilizar-se-ão dos animais, com espírito de respeito, educação e entendimento.”

    (Trechos do livro Missionários da Luz, psicografado por Chico Xavier junto a André Luiz)

    3) Vejamos a palavra de Ramatis sobre essa questão.

    Já tendes provas irrecusáveis de que podeis viver e gozar de ótima saúde sem recorrerdes à alimentação carnívora. Para provar o vosso equívoco, bastaria considerar a existência, em vosso mundo, de animais corpulentos e robustos, de um vigor extraordinário e que, entretanto, SÃO RIGOROSAMENTE VEGETARIANOS, tais como o elefante, o boi, o camelo, o cavalo e muitos outros. Quanto ao condicionamento biológico, pelo hábito de comerdes carne, deveis compreender que o orgulho, a vaidade, a hipocrisia ou a crueldade, também são estigmas que se forjaram através dos séculos, mas tereis que eliminá-los definitivamente do vosso psiquismo. O hábito de fumar e o uso imoderado do álcool também se estratificam na vossa memória etérica; no entanto, nem por isso os justificais como necessidades imprescindíveis das vossas almas invigilantes.
    Reconhecemos que, através dos milênios já vividos, para a formação de vossas consciências individuais, fostes estigmatizados com o vitalismo etérico da nutrição carnívora; mas importa reconhecerdes que já ultrapassais os prazos espirituais demarcados para a continuidade suportável dessa alimentação mórbida e cruel. Na técnica evolutiva sideral, o estado psicofísico do homem atual exige urgente aprimoramento no gênero de alimentação; esta deve corresponder, também, às próprias transformações progressistas que já se sucederam na esfera da ciência, da filosofia, da arte, da moral e da religião.O vosso sistema de nutrição é um desvio psíquico, uma perversão do gosto e do olfato; aproximai-vos consideravelmente do bruto, nessa atitude de sugar tutanos de ossos e de ingerirdes vísceras na feição de saborosas iguanas. Estamos certos de que o Comando Sideral está empregando todos os seus esforços a fim de que o terrícola se afaste, pouco a pouco, da repugnante preferência zoofágica.

    4) Sacrifícios de animais em rituais.

    O perigo das macumbas, muitas pessoas nada sabem desses perigos. Os Espíritos de Luz ou Espíritos Superiores já mais vão pedir charutos, cachaça, cigarros,sacrifícios de animais e despachos, essas praticas só podem atrair pela sintonia vibratória espíritos desencarnados apegados a matéria e aos vícios terrenos, ou seja, espíritos inferiores e obsessores.Os Espíritos Superiores são Virtuosos em seus ensinamentos, eles procuram moralizar, educar e espiritualizar os seres humanos, incentivando a pratica sincera do bem e das Virtudes. Os espíritos apegados a matéria tratam de assuntos vulgares sem elevação moral, assuntos, como, sorte no jogo, volta da pessoa amada, sorte com as mulheres, melhoria nas finanças, trabalhos para prejudicar desafetos etc. Os Espíritos Superiores já mais vão se manifestar num centro para pedir charutos, cachaça e sacrifícios de pobres animais, isso é ridículo, os animais são nossos irmãos menores na escala evolutiva, devemos respeitar e amar os animais, quem pede esses absurdos são os espíritos da escuridão, cuidado, muito cuidado, eles gostam de enganar as pessoas usando uma linguagem melosa, suave, doce, com palavras bonitas, eles falam macio, tudo para seduzir as pessoas que estão nesses ambientes de baixa espiritualidade. Eles também usam Nomes pomposos, importantes e sedutores para mistificar. Vou deixar uma pergunta, vocês acham que os Espiritos de LUZ vão pedir despachos, cachaça, charutos, sacrificios de pobres animais inocentes??? O ser humano é um Espirito encarnado no mundo terra para evoluir e se melhorar moralmente, ser bom, honesto, correto, trabalhador, sem vicios, cultivar as Virtudes e os valores morais superiores, é seu DEVER, cumprindo com o seu dever moral ele consegue vencer e evoluir.Devemos nos afastar dos ambientes de baixo nivel moral, por que, nesses ambientes perambulam espiritos inferiores e pertubadores. O ser humano é composto de dois elementos Espirito e materia, o Espirito é a Força inteligente o ser pensante, a materia corporal não pensa e nem sente, portanto, se conhecer como Espirito encarnado com Deveres Morais para cumprir já é uma iniciação para as verdades superiores.

    Os animais merecem nosso respeito e nosso amor.
    Essa é a Lei de Deus.

    Wilson Moreno discípulo do Mestre Allan Kardec.

    • Chico Chagoso disse:

      Complexo o assunto. Segundo Genesis 20, 8, Deus não apenas aceitava o holocausto como tambem gostava e ficava feliz. O holocausto, como sabemos era o sacríficio de seres vivos pelo fogo até a morte.

      • Resposta do Blog:

        O Deus dos hebreus ordenava a matança de animais para sacrifícios. No entanto, faço uma ressalva quanto ao seu comentário: a prática do sacrifício não era feita pelo fogo. Eles costumavam matar os animais, retirar todo o sangue, separavam algumas partes do corpo que não serviam ao ritual e outras que eram mais preciosas (gordura, por exemplo) e, só então, queimavam o material no fogo. Os animais não eram queimados vivos.

        Bem, particularidades culturais à parte, eu me posiciono de forma contrária ao sacrifício de animais em rituais religiosos, principalmente os que são positivamente reconhecidos como animais domésticos. No entanto, eu não defendo o vegetarianismo. Se na Criação existe uma ordem natural das coisas, e o ser vivo de uma espécie está naturalmente subordinado a servir de alimento ao seu superior, levando-se em conta a ideia de cadeia alimentar, não me parece desnatural ou crueldade a alimentação de carne para a manutenção da vida.

        Este assunto é polêmico por envolver questões ideológicas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: