Autonomia: Um Conceito de Vida Interessante

A vida nos leva para lugares inimagináveis. Quem dera que fôssemos apenas nós que conduzíssemos nossas vidas! Mas não é… Embora tenhamos livre escolha para nossas ações, sempre sofremos muitas e muitas interferências vindas de fora, do meio em que vivemos.

No entanto, precisamos desenvolver um conceito ou uma situação existencial interessante para a nossa felicidade, independentemente de que interferências venhamos a sofrer. Trata-se do conceito de autonomia.

Ao se ouvir falar neste conceito talvez muitas pessoas pensem em termos de dinheiro ou de bens materiais. Embora a autonomia esteja realmente ligada ou relacionada a isto, não podemos ser restritivos meramente a este significado. A autonomia humana deve estar presente em várias facetas da vida.

Gravidez IndesejadaAutonomia Material. Diz respeito ao fato de a pessoa poder ser independente financeiramente. Trata-se de algo muito importante para o indivíduo. Algumas pessoas costumam envolver-se em sérios problemas existenciais devido ao fato de não desenvolverem esta essencial necessidade da vida. Alguns não conseguem saber esperar realizar certas ações na “época certa” e muitas vezes se metem em apuros financeiros. Já outros, por falta de experiência, maturidade ou informação não sabem como realizar as ações, mesmo em épocas adequadas. Exemplos disso são os adolescentes que, por não saberem como fazer sexo seguro ou formas alternativas de sexo que não engravidam, concebem crianças em épocas impropícias ou indesejadas. Embora eles ainda não tenham autonomia material, precisam agora deslocar-se do “tempo ideal” e exercer funções não programadas para aquela época.

Portanto, procure obter sua autonomia material. Prepare-se para o mundo material e seja pragmático neste objetivo. O que você precisa na vida e o que está fazendo para consegui-lo? Não se acomode, pois mesmo em pequenos degraus insistentes podemos construir nossa autonomia material e, daí, outras formas de autonomia.

Autonomia Ideológica. Diz respeito à liberdade de pensamento. É fato que o ser humano vive num mundo de concepções produzido anteriormente a ele, isto é, quando nós viemos ao mundo os conceitos já existiam, eles nos foram transmitidos independentemente de nossa vontade. O que precisamos então é desenvolver uma forma de pensamento que seja capaz de fazer uma intermediação de conceitos. Como assim? Precisamos desenvolver a capacidade crítica, ética, de julgamento do que é certo ou errado, bom ou mau, para nós e para os outros. Isso deve sempre se basear no que é universal, a natureza. A nossa sociedade conseguiu uma avançada capacidade de abstração, mas se ilude, às vezes, pensando que não faz mais parte da natureza. Se formos bons observadores, a própria natureza (o fato de fazermos parte dela) nos ensina o que é necessário ou não à vida, o ciclo natural da mesma, e a melhor forma de vivência: a convivência.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: