Fagundes – PB — Minha Cidade Natal…

A cidade de Fagundes, no Estado da Paraíba, possui cerca de 12 mil habitantes, numa área total de uns 235.000 km².  Trata-se de uma cidade de pequeno porte, de interior, nas proximidades de Campina Grande, no agreste.

Historicamente, passou a ser populada pelas famílias de índios Cariris e por jesuítas e carmelitas, que possuíam dois conventos na região. Naquela época, por volta de 1664, as aldeias dos indígenas eram chamadas de Pilar e Cana Brava. A partir daí, os descendentes de Oliveira Lêdo, um dos grandes desbravadores do território da Paraíba, chegaram à Cana Brava e iniciaram um intenso processo de povoamento. A região, no entanto, era alvo de muitos assaltos, saques e desordens devido aos cangaceiros da época. Até mesmo a capela da região foi destruída pelos desordeiros. Em 1889 foram iniciadas as obras de uma nova capela, concluída em 1921, por Frei Alberto, a quem os futuros moradores da cidade homenageariam dando o seu nome a uma de suas escolas mais tradicionais.  Veja o site Retalhos Históricos de Fagundes.

Em 1937 Fagundes se tornou um Distrito, emancipando-se em 22 de dezembro de 1961, antes mesmo do Golpe Militar e subsequente ditadura de 20 anos. O local passou a se chamar Fagundes em 1762. Alguns supõem que o local levou este nome herdado de um dos chefes daquelas tribos antigas da região, ao qual aludem a “Facundo” ou “Fagundo”. Não há certeza sobre esta suposição.

Pedra de Santo Antônio

Pedra de Santo Antônio

As principais atividades comerciais dos fagundenses estão ligadas à pecuária e à agricultura, esta última muitas vezes realizada em forma de subsistência. No entanto, a atividade que tem sido bastante aproveitada recentemente trata-se do turismo. A cidade possui uma pedra considerada sagrada pela maioria dos moradores, a Pedra de Santo Antônio. Realizam-se grandes romarias até esta pedra, atraindo grande quantidade de pessoas de outras cidades interessadas em arrumar casamentos por meio de ofertas ao “santo casamenteiro”. Já uma outra parte da população, geralmente de famílias mais pobres, conseguem trabalho no funcionalismo público, tanto na própria cidade como em cidades vizinhas.

Artesanato em Argila

Artesanato em Argila

A educação fagundense está organizada em três escolas principais e alguns grupos escolares menores, localizados em zonas rurais. São elas: Escola Joana Emília da Silva, Escola Nila Ferreira e Grupo Escolar Frei Alberto. Existe uma certa competição e animosidade natural entre os estudantes destas três escolas, devido ao fato dos alunos da primeira escola, Joana Emília, passarem a imagem de superiores aos demais. Na verdade, não existem grandes diferenças educacionais, pedagógicas ou metodológicas entre as três instituições. Alguns professores de uma determinada escola muitas vezes acabam dando aulas em outras, de modo que a rivalidade situa-se mais no campo ideológico. Para se ter uma ideia, a Escola Joana Emília da Silva obteve no  Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2009 a nota 2,7 para os alunos da 8ª série, já a Escola Nila Ferreira, nota 1,9. Embora haja alguma diferença na pontuação, ambas as escolas estão abaixo das metas estabelecidas pelo Governo Federal. (Consulte o Ideb)

Minhas Lembranças de Fagundes

Eu tenho muitas boas lembranças de Fagundes e a considero minha cidade natal, embora tenha nascido em Campina Grande, uma cidade bem maior.

Rua Esburacada

Rua Esburacada

Os fagundenses devem aprender a prezar melhor sua cidade, evoluindo-a. A política ainda está sendo praticada de forma “coronelista” e “paternalista”, como acontece na maioria das cidades e regiões do Brasil. Para se ter uma ideia, ao verificarmos as pessoas que já se tornaram prefeitos da cidade, notamos sempre indivíduos de algumas famílias específicas. Alguns deles, inclusive vereadores, nem mesmo moram em Fagundes, pelo contrário, preferem ter suas residências em Campina Grande, onde não necessitam lutar pelo desenvolvimento de suas localidades.

Caminho Para a Pedra de Santo Antônio

Caminho Para a Pedra de Santo Antônio

A ação política dos fagundenses é bastante reduzida, limitando-se quase que exclusivamente à participação em passeatas e comícios em épocas eleitorais. Os investimentos da cidade não são feitos de forma participativa. É o que acontece, por exemplo, na construção da estrada para a Pedra de Santo Antônio; embora isso seja importante, devido  tratar-se do principal ponto turístico da cidade e serem feitas romarias anuais por grande parte da população, deve-se ter em mente outros aspectos urbanos: como o fato de que algumas ruas da cidade são simplesmente renegadas pela prefeitura. Isso deve ser motivo de sérias reflexões. Outro assunto preocupante diz respeito à área da saúde. O hospital da cidade não tem capacidade de atendimentos especializados, principalmente em casos urgentes e graves. Os moradores em tais situações precisam deslocar-se para Campina Grande ou para seu Distrito mais próximo, Galante. E por fim, os transportes dos estudantes. Os que são da zona rural e precisam deslocar-se para a cidade, o fazem em caminhonetes de forma perigosa e precária. Já os que estudam em outras cidades precisam ou pagar passagens ao transporte privado da cidade ou submeter-se ao ônibus da prefeitura, sempre lotado e em péssimas condições!

Vista da Pedra de Santo Antônio

Vista da Pedra de Santo Antônio

A cidade de Fagundes possui uma grande zona rural, com ampla vegetação, e alguns lugares de visitação familiar, como a histórica Igreja São João Batista, lindíssima, herdeira da capela construída por Frei Alberto, citado no início.

Um dos orgulhos de Fagundes, a meu ver, são as praças. Elas são muito bem cuidadas não só pela prefeitura mas também pelos moradores — algumas possuindo belos jardins de grande valor decorativo para a cidade.

Praça da cidade

Praça da cidade

Os moradores da cidade de Fagundes são bastante receptivos. É comum eles se conhecerem entre si, aspecto comum das cidades pequenas. Eles apreciam conhecer tanto pessoas novas como a família da qual a pessoa se originou. É comum entre eles usarem expressões de identificação como “Maria de Seu Joaquim”  ou “Maria dos Dantas”, por exemplo. Isso serve para identificar a que família a pessoa pertence.

Barragem de Fagundes

Barragem de Fagundes

Algo que considero elogiável na cidade é fato de existirem bibliotecas públicas, geralmente interligadas às escolas. Eu aprendi a ler nessas bibliotecas, visto que em minha época de alfabetização existia o processo de empréstimos de livros. Acho isso sensacional e muito importante. Eu jamais imaginei, naquela época, que a leitura daqueles livrinhos infanto-juvenis poderiam ter sido tão úteis para a minha formação futura. Ainda lembro de forma nítida os nomes de algumas daquelas fábulas intrigantes. Certa vez eu gostei tanto de um dos livros que resolvi ficar com ele pra mim! Acabei arrumando problemas com a bibliotecária e tendo que devolver…

Igreja São João Batista

Igreja São João Batista

Muitos dos meus amigos de infância encontram-se em Fagundes. Acontece o mesmo com respeito a professores que mudaram a minha vida de várias formas e de modos que eles sequer imaginam… Embora a vida nos leve para variados lugares ou situações, devemos ter sempre em mente as nossas origens e aqueles que contribuíram para a formação de nossa personalidade. Todos que passaram por nossas vidas, de uma forma positiva ou mesmo negativa, prestaram contribuições à nossa trajetória como seres históricos. As nossas lembranças de tudo o que já passamos ou de onde viemos é o que realmente importa, pois essas coisas nos ajudam a compreender quem somos atualmente.

Quem tiver a oportunidade, conheça Fagundes! Embora esta cidade não seja amplamente conhecida, ou não seja um importante centro urbano,  temos uma certeza: ela é bem especial para muitas pessoas que a tem como cidade natal!

Centro de Fagundes

Centro de Fagundes

Vista Aérea

Vista Aérea

Obs.: As informações históricas e fotografias mostradas aqui circulam na internet e não possuem direitos autorais.

Informações pormenorizadas sobre o município de Fagundes, PB, podem ser obtidas no artigo Diagnóstico do Município de Fagundes (PDF), pp. 8-22.


12 respostas para Fagundes – PB — Minha Cidade Natal…

  1. jussara martins duarte disse:

    Sou Maria da Dores Martins, nascida em Fagundes em 1935,filha de Martins Serafim e Rita Maria de Araújo. Gostei de conhecer a história de minha terra pois tenho muitas recordações de meus amigos e familiares.

  2. felipe santos barbosa disse:

    Vc precisa atualizar suas informações sobre ônibus escolar, estrada da pedra, etc!

    • Resposta do Blog:

      Obrigado pelo comentário.

      Reconhecemos que algumas informações disponíveis na internet sobre o município de Fagundes, PB, estão desatualizadas. As informações aqui sobre transporte, saneamento, etc, foram obtidas por observação direta, há alguns anos atrás.

      Nós pesquisaremos informações atualizadas sobre Fagundes e as publicaremos em breve em nosso site.

  3. luizcarlos.lira@hotmail.com disse:

    fagundes e muito maior;falta comentar sobre os sitios;ex; catuama, laranjeira.mae joana; com fotos.

  4. eri disse:

    quantas farmacia tem em fagundes e se tem farmacia popular valeu mande a resposta brigado

  5. Q. legal! nascí nesta cidade, da qual fui expulsa pelo cistema coronelista, meu pai foi perseguido e obviamente tivemos q. sair, toda família sente muito não ter contato maior com nossas origens. É difícil esquecer tamanho truma. gostaria muito de me corresponder com alguém dair, q. me ajudasse a superar este bloqueio e volta a minha terra. adoro conhecer coisas sobre minha terra, apesar de não ter podido crescer nela.

  6. Sou tbm de Fagundes, amei os comentários apesart de não conhecer, pois me criei fora só mnascí. no Jardim munic´´ipio de Fagundes. minha família vem dos cariris.

    • FILOMENO disse:

      SUO DE FAGUNDES ESTOU NO RJ MAS NÃO NEGOU MINHA NATURALIDADE MEUS AMIGOS E MINHAS AMIGAS DO TEMPO DE INFANCIA DO GRUPO ESCOLAR FREI ALBERTO DO CAMPO DE FUTEBOL DO PALMEIRAS DO ACUDE VELHO E DA BARRAGEM E DOS SITIOS E AS FRUTAS DO NORDESTE FILOMENO

      • FILOMENO disse:

        bom dia amigos de fagundes obrigado por ter publicado os meus cometarios sobre fagundes e que meu neme fique sempre na historia desta cidade e que a familia melo nunca seja esquecida FILOMENO

  7. elixandro de araujo disse:

    so de fagundes com muito orgulho eu adoro minha cidade natal oooooooo

    saudades

  8. FILOMENO disse:

    VOLTEI a falar de FAGUNDES GOSTO MUTO DESSA CIDADE UM ABRAÇO A TODOS NESTA DATA LEMBRO MUITO DA FESTA DE ANO NOVO GOSTEI MUITO DE TER VISTO O CANPINENSE TRINANDO NO CAMPO DO ANTIGO PALMEIRAS DE FAGUNDES ONDE EU TREINEI MUITO SOU DA FAMILHA MELO NÃO NEGO APEZAR DE SER BOTAFOGONSE MAIS GOSTO DA BANDEIRA DA PARAIBA NÓS FAGUNDENSE NÃO GUARDARMOS RANCOR DO PASSADO DESTA CIDADE DOS TEMPOS DOS CORONEIS UM ABRAÇO FILOMENO .

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: